segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Escher - 2ACDE - CEPPAT

Olá pessoas!

 É a última tarefa virtual deste ano, então vamos caprichar!

Escolha uma imagem do ilustrador e gravador holandês Escher que lhe chamou mais a atenção.
E vamos para a coleta de dados e análise da obra!!
Para dar uma mãozinha aí vai o link do site oficial do Escher, vai que por acaso seu caderno com a anotação não está aí por perto (porque eu passei na aula!!)

Clique em comentar para responder:

Comentar/Responder
URL da imagem (endereço completo)
Dados
nome da obra, data, técnica, tamanho
Análise Descritiva
descreva em detalhes como é a imagem, pense que está explicando para alguém que não pode ver a figura e precisa entender com clareza cada detalhe. Cor, tamanho, formato, posição na imagem, e por ai vai...
Análise Subjetiva
o que significa esta obra? que história ou  sensação ela nos traz?

Aplicação
As imagens do Escher são muito utilizadas pela publicidade, tanto que conhecemos várias delas. Imaginando que fosse usar esta imagem que você escolheu para um cartaz, seria para divulgar o que? ou campanha de que produto?

Espertinhos, não esqueçam de colocar Nome, nº e série!

A atividade deve ser respondida até dia 27/11/11.

37 comentários:

Suzana disse...

URL:
http://www.mcescher.com/Shopmain/ShopEU/facsprints-uk/data/1000/2%20Hand%20with%20Reflecting%20Sphere.jpg

Dados:
Hand with Reflecting Sphere (mão com esfera refletindo).
Janeiro de 1935.
Litografia.
31,8 centímetros x 21,3 centímetros (12,5 × 8,4 na in).

Análise Descritiva:
Esta obra é um auto-retrato onde o artista segura uma esfera com sua mão direita para que a mesma possa refletir tudo ao seu redor, inclusive o artista M. C. Escher, ele usa óculos, tem cabelo curto, barba e bigode compridos, traja um terno com camisa, gravata e colete. Uma de suas mãos a direita segura a esfera, a outra está sobre sua perna esquerda. Aparecem vários quadros nas paredes que são destorcidas, uma luminária pendente no teto, cadeiras espalhadas na sala, mesas, um abajur em cima de uma cômoda atrás do artista. Prateleiras de livros sobre a cabeça do artista que está em primeiro plano "dentro" da esfera, no fundo da sala há duas janelas com cortinas abertas, uma a esquerda de quem olha o quadro de frente, outra reta com o espectador. Fora da esfera há o resto da mão de Escher que "sai" da litogravura (litografia, técnica onde se desenha com lápis oleoso em uma pedra porosa, umedecemos a pedra, deixamos escorrer um pouco, passamos a tinta que só entra onde havia o risco do lápis, fazendo uma espécie de carimbo) para se tornar real. A obra é basicamente cinza, branca e preta, tem o tamanho de 31,8 cm x 21,3 cm, com um formato retangular (retrato).

Análise Subjetiva:
A meu ver, o artista quis fazer um auto-retrato onde ele pudesse deixar uma nova perspectiva, onde a imagem é distorcida parecendo que é uma bola de cristal onde ele pode se ver daqui à alguns anos. Mas acima de tudo é uma imagem meio viajada, parece ser uma coisa, mas quando você olha detalhadamente é completamente diferente.

Aplicação:
Seria para mostrar que dependendo da perspectiva, nossa vida é muito diferente do que realmente parece ser. Olhar com clareza para o que somos, e o que vemos, nos tornaria muito melhores.

Suzana Zavilenski Fogaça N.º:24 2º EM A

Anônimo disse...

URL: http://1.bp.blogspot.com/-KpqyZhBnHzY/TfqB2sBBqhI/AAAAAAAACm4/Z_ssx4RQCn0/s1600/escher+-+m%25C3%25A3os+desenhando.jpg

Dados: Desenhando - se
1948
Litografia

Análise Descritiva:
Uma folha de papel está presa com quatro tachas a uma prancheta. A mão direita está ocupada a desenhar a manga de uma camisa. Ela não tem ainda aqui o trabalho acabado, mas um pouco mais à direita, uma mão esquerda que sai de dentro da manga, está já desenhada tão pormenorizadamente, que se levanta da superfície e, por sua vez, como se fosse uma parte viva do corpo, desenha a manga donde sai a mão direita.

Análise Subjetiva:
Do meu ponto de vista, o artista fez uma obra como se fosse com as duas mãos, porém usando a ilusão de que isso é possível, como se uma mão desenhasse a manga da camisa da outra mão, sendo isso impossível!

Aplicação:
Bom, eu acho que poderia ser aplicado em uma propaganda de que nada é impossível, e que podemos fazer oque quisermos, se lutarmos e tentarmos até o fim. É uma obra auto-referente, em que o artista elabora uma arte que tem por tema o
próprio trabalho desenvolvido por ele.

Aluna: Ingrid Nayara Rodrigues Ferreira. Nº 07 - 2º E.M. "A".

Anônimo disse...

URL: http://www.mcescher.com/Gallery/back-bmp/LW344.jpg

Dados
nome da obra: Eye
data: 1946
técnica: litografia
tamanho: 31.9 cm x 31.7 cm

análise descritiva: a obra mostra um olho e dentro dele aparece uma caveira.

Análise Subjetiva:do meu ponto de vista, o artista queria expressar alguma coisa sobre a morte, ou seja,todos nós um dia temos que encarar a morte.

Aplicação: deveria ser aplicada contra a violência e nas propagandas de cigarros.

nome: Mariana Carvalho
n°: 16
2°A

Anônimo disse...

URL: http://www.worldofescher.com/gallery/A1.html

Nome: Another World II
data: 1947
técnica: litografia
tamanho: 55 x 65 cm

análise descritiva: a obra apresenta várias aves, um universo com várias estrelas, satélites.

análise subjetiva: no meu ponto de vista ele queria apresentar que o universo pode se "misturar" com outras coisas.

aplicação: essa obra deveria estar em uma propaganda que mostrasse que as aves não fazem mal algum, porque tem pessoas que acham que as aves são uma "pragas" kk

Nome: Amanda Verissimo da Silva
nº: 02
2º C

Anônimo disse...

URL: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/repteis.html

DADOS: Répteis, obra de 1943, tamanho não encontrado;



ANÁLISE DESCRITIVA:

Encontra-se um caderno de desenho, aberto, no qual se vê um desenho: um mosaico de figuras em forma de répteis, um dos bichos parece, sem dúvida, estar farto de ficar ali. Sendo que os animais acabam saindo do papel e se tornam realidade, passando por cima de um livro, em seguida de um cinzeiro depois de uma pedra e enfim troca de cor, onde era preto acaba transformando-se em branco, retornando-se então ao papel novamente.

ANÁLISE SUBJETIVA:

Em meu ver o quadro quis retratar que o mundo que vivemos e que viveremos será sempre cheio de “descobertas e surpresas” do que presenciaremos, na qual ele utiliza bastante as sombras para causar essas e outras impressões.

APLICAÇÃO:

Poderia ser aplicado em uma propaganda ou até capa de algum brinquedo de montagem de peças, como por exemplo, quebra-cabeça, pois no quadro os lagartos são todos um encaixado ao outro sem se quer sobrar “um espaço” que se visto de uma forma mais profunda chegará a esta conclusão de que um encaixará no outro por isso que poderia ser aplicado com capa de um brinquedo de quebra-cabeça.

ALUNO:
RENAN FELIPE JR. T. C.
Nº 18
2ªC

Anônimo disse...

http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/babel.html

Torre de Babel - 1928

Análise Descritiva
Uma torre que ainda não esta terminada com homens trabalhando nela
com casas e arvores em volta.
um prédio muito grande que fica perto do mar.

Análise Subjetiva
"Presume-se que na mesma altura em que se confundiam as línguas, também se originaram as diferentes raças humanas. Por esse motivo, há na construção trabalhadores de pele branca e de pele negra. O trabalho está parado, porque eles não se entendem uns aos outros. Como a cena principal deste drama passa-se no alto da torre em construção, esta foi representada da perspectiva de um pássaro. Daí resultou a necessidade de uma forte redução na perspectiva, para baixo. Só vinte anos mais tarde vim a ocupar-me intensamente com este tema (Outro mundo II e seguintes)."
(Escher, 1994, p.7

Aplicação
Seria pra divulgar alguma construtora.

Nome: Luiz Fernando Luchete Vieira Nº 14 2ºC

Anônimo disse...

URL: http://www.mcescher.com/Gallery/back-bmp/LW324.jpg
Dados: Plane Filling Motif with Reptiles
(Motivo avião Enchimento com Répteis)

1941
124 x 154 mm
Análise Descritiva: Esta obra mostra que só à duas cores preto e branco,tem duas lagartixas uma de cada cor estão perto uma da outro que da a impressão que estão coladas uma na outra.
Análise Subjetiva: No meu ponto de vista o artista queria que pensarmos que fosse duas lagartixas grudadas.
aplicação: Esta obra deveria estar em um cartaz bem grande para que todos parassem para ver e entender.
Nome: Thainá Neves
nº: 31
2º C

Anônimo disse...

URL:http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/images/torre%20de%20babel.jpg

Torre de Babel

Análise Descritiva:
Retrata a construção da torre de babel aonde é ilustrado os trabalhadores, alguns totalmente pretos outros preto e branco,essa imagem apresenta uma grande ilusão de ótica,como o mar parecer estar do lado da torre, e também você pode perceber a altura da torre que esta sendo construída.

Análise Subjetiva:
Bom como nessa torre ninguém se entendiam novas raças apareciam, como ali retrata os negros e os brancos. Ela nós trás uma visão do alto como uma visão de um balão.. pássaros, por que pode-se perceber a altura da torre.

Nome: Jorge Victor n°09 2°A

Anônimo disse...

URL: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/quadros/Quadro-Evolucao%20II.jpg

Evolução II (1939)


Análise Descritiva:
É superfície toda preenchida por lagartixas com 3 cores diferentes, aonde a ilusão de ótica se da que você vê varias lagartixas saindo de um buraco, para sair e quanto mais perto maiores elas ficam com variadas cores.

Análise Subjetiva:
Em minha opinião ele monstra infinitas lagartixas, para retratar a variedade de tipos ou mesmo por que ele teve a ideia de mostrar que existe varias lagartixa no mundo.

Aluno: Guilherme Vila Real n°06 2°A

Anônimo disse...

URL:http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/quadros/Quadro-Serpentes.jpg

Dados : Serpentes (1969)
técnica: Coxeter

Análise Descritiva:
Aqui ele fez um desenho esférico aonde a três cobras, se olhar bem no meio do desenho da uma leve impressão de que mexe um pouco, com desenhos de anéis bem pequenos , essa foi sua ultima obra e mais desgastante.

Análise Subjetiva:

Por ser sua ultima obra , ela nos trás uma sensação mais pesada pela questão das cobras enroladas, isso trás uma sensação já de morte.

Nome: Leonardo Espinosa n°12 2°A

Anônimo disse...

http://www.mcescher.com/Gallery/recogn-bmp/LW400.jpg

Obra: Libertação
Data: 1955
Técnica: Litografia

Analise descritiva: A pintura parece um pergaminho se desenrolando na vertical, de cima para baixo. Na extremidade inferior começam a aparecer borrões em forma de triângulos em tons de preto e cinza, e começam a desenvolver formas, representando pássaros. No meio da pintura o pássaro ainda está meio deformado, apenas o seu contorno na cor preta. Subindo mais um pouco, os pássaros começam a ficar mais detalhados, já na cor cinza, e ao chegar na extremidade superior, os pássaros estão perfeitamente desenhados, com todos os detalhes possíveis. Os desenhos começam grandes embaixo e terminam menores quando chegam ao topo.

Analise subjetiva: O quadro representa que de tudo pode-se tirar algo. De formas abstratas surgem figuras perfeitas.

Aplicação: Usaria essa obra em algum negócio em que se fazem reformas ou repaginadas nos visuais. De tudo o que se parece feio ou sem forma pode-se tornar belo.

Nome: Bruno T. Sousa Nº 02 2ºA

Anônimo disse...

http:http://www.nga.gov/collection/gallery/ggescher/ggescher-54082.html

Obra: Oito Chefes
Data:1922

Analise Descritiva: A pintura apareçe oito cabeças,com a impressão de demonstrar sua teoria da divisão retangular,apareçe oito cabeças femininas e oito masculinas, e quando olhamos pareçe que algumas cabeças estao de ponta cabeça.

Analise Subjetiva: Em minha opnião o quadro quer mostrar que atraves de várias figuras saem formar e caras diferentes.

Aplicação: Poderia ser publicado em propagandas de jornais e cinema.

Aluna: Nathalia Rossati Rosa
Nº:20
série:2º A

Anônimo disse...

as duas mao a obra e que eu vi que as maos elas se mechem no papel e essa obra e do escher e ele e um holandes e que ele fala que ele esta desenhando as suas propria maos ai ele desenha as suas maos e essa obra dele e de 1948 e ele desenha suas maos e eu vi que ele e muito esperto pra desenhar vairias coisas e eu nao sabia que foi ele que inventouo mobile e eu nao sabia que foi ele mas a professora de artes que foi que disse

Anônimo disse...

as duas mao a obra e que eu vi que as maos elas se mechem no papel e essa obra e do escher e ele e um holandes e que ele fala que ele esta desenhando as suas propria maos ai ele desenha as suas maos e essa obra dele e de 1948 e ele desenha suas maos e eu vi que ele e muito esperto pra desenhar vairias coisas e eu nao sabia que foi ele que inventouo mobile e eu nao sabia que foi ele mas a professora de artes que foi que disse nome carlos eduardo n 05 2 c

Anônimo disse...

imgres?q=tres+mundos&hl=pt-BR&gbv=2&biw=999&bih=626&tbm=isch&tbnid=pk2oXohXmF8fGM:&imgrefurl=http://ww

Dados: Artista Mc Escher,
Obra: Three Worlds (três mundos)
Ano: 1955
Tipo: Litografia
Dimensão: 36,2 centímetros x 24,7 centímetros.

descrição:
Uma obra no meio do lago, com três reflexos de árvores, com varias folhas de tipos e tamanhos diferentes, o quadros esta na horizontal com apenas um peixe grande, com os olhos grande!
a imagem esta em preto e branco as folhas estão brancas e os galhos preto! ao redor do peixe poucas folhas!

Nome: Fabiane Chimene n° 7 2°C

Anônimo disse...

URL:
http://www.mcescher.com/Shopmain/ShopEU/facsprints-uk/data/1000/2%20Hand%20with%20Reflecting%20Sphere.jpg

Dados:
Hand with Reflecting Sphere (mão com esfera refletindo).
Janeiro de 1935.
Litografia.
31,8 centímetros x 21,3 centímetros (12,5 × 8,4 na in).



Análise Subjetiva:
No meu ponto de vista, a imagem é bem criativa porque quando você olha parece ser de um jeito,
mais quando você vê detalhadamente é bem diferente do modo que você pensa. Como a mão que ele segura.


Análise Descritiva:
Esta obra é um auto-retrato onde o artista segura uma esfera com sua mão direita para que a mesma possa refletir tudo ao seu redor, inclusive o artista M. C. Escher, ele usa óculos, tem cabelo curto, barba e bigode compridos, traja um terno com camisa, gravata e colete. Uma de suas mãos a direita segura a esfera, a outra está sobre sua perna esquerda. Aparecem vários quadros nas paredes que são destorcidas, uma luminária pendente no teto, cadeiras espalhadas na sala, mesas, um abajur em cima de uma cômoda atrás do artista. Prateleiras de livros sobre a cabeça do artista que está em primeiro plano "dentro" da esfera, no fundo da sala há duas janelas com cortinas abertas, uma a esquerda de quem olha o quadro de frente, outra reta com o espectador. Fora da esfera há o resto da mão de Escher que "sai" da litogravura (litografia, técnica onde se desenha com lápis oleoso em uma pedra porosa, umedecemos a pedra, deixamos escorrer um pouco, passamos a tinta que só entra onde havia o risco do lápis, fazendo uma espécie de carimbo) para se tornar real. A obra é basicamente cinza, branca e preta, tem o tamanho de 31,8 cm x 21,3 cm, com um formato retangular (retrato).


Aplicação:
A imagem faz com o que agente olhe com clareza para nosso interior, mostrando o que somos.

Aluna : Nayara Cipriano Nº 21 2º A

Anônimo disse...

URL: http://1.bp.blogspot.com/-KpqyZhBnHzY/TfqB2sBBqhI/AAAAAAAACm4/Z_ssx4RQCn0/s1600/escher+-+m%25C3%25A3os+desenhando.jpg

Dados: Desenhando - se
1948
Litografia

Análise Subjetiva:
Ao meu ver, a imagem é muito interessante porque mostra a ilusão de se desenhar sua própria mão,
com você mesmo desenhando, mostrando que nada é impossível


Análise Descritiva:
Uma folha de papel está presa com quatro tachas a uma prancheta. A mão direita está ocupada a desenhar a manga de uma camisa. Ela não tem ainda aqui o trabalho acabado, mas um pouco mais à direita, uma mão esquerda que sai de dentro da manga, está já desenhada tão pormenorizadamente, que se levanta da superfície e, por sua vez, como se fosse uma parte viva do corpo, desenha a manga donde sai a mão direita.

Aplicação:
Na minha opinião, a imagem poderia ser utilizada em propagandas de que nada é impossível, e que podemos fazer o que quisermos, se lutarmos e tentarmos até o fim.

Aluna: Luanna Furlan Nº 14 - 2º A

Anônimo disse...

URL: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/repteis.html

Dados: Répteis, obra de 1943, tamanho não encontrado;

Analise subjetiva :
No meu ponto de vista, o quadro quis mostrar que o mundo em que vivemos e que viveremos será sempre cheio de descobertas e surpresas.

Analise Descritiva :
Encontra-se um caderno de desenho, aberto, no qual se vê um desenho: um mosaico de figuras em forma de répteis, um dos bichos parece, sem dúvida, estar farto de ficar ali. Sendo que os animais acabam saindo do papel e se tornam realidade, passando por cima de um livro, em seguida de um cinzeiro depois de uma pedra e enfim troca de cor, onde era preto acaba transformando-se em branco, retornando-se então ao papel novamente.

Aplicação :
A imagem poderia ser utilizada em brinquedos de quebra cabeça,
pois atingiria o publico alvo que seria as crianças.

Aluna: Ricardo Henrique Nº 22 - 2º A

Anônimo disse...

OBRA: DRAGÃO

URL:http://3.bp.blogspot.com/_O1aJHJwYNHw/THJ2uCPWrYI/AAAAAAAABHk/iMGSJCRSPDQ/s1600/Escher-dragao.jpg

Dados: Ilusão de Óptica, Gravura e foi produzida em 1952.

Analise Subjetiva :um dragão que morde a própria cauda, é um símbolo de auto-referência.


Analise Descritiva : Olhando, superficialmente, a gravura em madeira de topo Dragão, descreve simplesmente um pequeno dragão alado, bastante decorativo, que está sobre cristais de quartzo. Mas este dragão especial enfia a cabeça directamente através de uma das asas e a cauda através do ventre. Logo que tomamos consciência de que isto acontece por uma singular forma matemática, aproximamo-nos do significado da gravura. Mas, também aqui, como noutras figuras de Escher, temos de pensar que o dragão é completamente plano. Ele é bidimensional! Estamos, todavia, tão acostumados a ver representadas as imagens de coisas tridimensionais nas duas dimensões dum papel de desenho, duma fotografia ou dum écran de cinema, que vemos realmente o dragão em três dimensões. Pensamos ver onde ele é grosso ou fino e podíamos mesmo calcular o seu peso. Uma determinada composição de nove linhas, é por nós momentaneamente tomada como um objecto de três dimensões, isto é, um cubo. Pura ilusão. Isso é o que Escher procura demonstrar nesta estampa do dragão.


Aplicação : Interessante como sendo de auto-referencia se fosse posta em uma publicidade de cigarro ou algo do genero, pois caberia bem o mesmo se matando.


Aluno: Jhonatan Rodrigues Coelho N:09 2D

Anônimo disse...

Suelen Caroline Nª55(noite)2ªE

http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/desenhando-se.html
Mãos Desenhando-se, 1948
Relação entre o Plano e o Espaço.

Mãos desenhando-se mostra a colocação do arista em relação os planos numa folha de papel que tem duas dimensões.ele us regras de perceptiva,contraste de luz sombra.
eu achei muito interessante essa imagem ,se for ver que você tem a expressão de que nessa imagem foi usado computação gráfica nunca se imagina que foi feito a mão com técnicas muito mais difícil

Letícia disse...

URL: http://www.mcescher.com/Gallery/recogn-bmp/LW405.jpg

Dados:
Three Worlds (Três Mundos)
ano 1955
Litografia

Análise Descritiva:
Esta obra retrata um lago, onde o foco é o reflexo na água. Refletido na água tem: três árvores ao fundo não tendo nenhuma folha em seus galhos, na aguá as folhas estão por cima, flutuando. Dentro do lago, além das folhas na superfície da água, e o reflexo das três árvores, possui uma carpa nadando. Parece que esta no outono, uma paisagem meia fria.

Análise Subjetiva:
Acho que o artista estava assentado na beira de um lago, onde presenciou esta cana. Por ser uma cena muito bonita, ele quis retrata-la.

Aplicações:
Parar com a correria do dia-a-dia, e observar o quanto as coisas simples ao nosso redor podem ser lindas, se apenas prestarmos atenção nelas.


ALUNA: Letícia Mori Franzoi N°12 2°C

Anônimo disse...

URL: http://www.mcescher.com/Gallery/ital-bmp/LW239.jpg

nome da obra: Fireworks(Fogos de Artifício)
data: 1933
técnica: litografia

Analise Subjetiva
Uma imagem que mostra o quanto surpreendente era os fogos que estavam sendo soltos, pelo tanto de pessoas que o observavam.


Análise Descritiva
Varias pessoas rodeadas observam fogos de artifício que estão sendo soltos no centro delas, o céu muito escuro faz os fogos de artifício na imagem brancos se destacarem ainda mais, no fundo varias arvores também se encontram com algum destaque na imagem.

Aplicação
Em uma embalagem de Fogos de Artifício --'

Euler Jacson Bezerra Nº 04 2ºD

Anônimo disse...

URL: http://www.mcescher.com/Shopmain/ShopEU/facsprints-uk/data/1000/2%20Hand%20with%20Reflecting%20Sphere.jpg


Dados:
Hand with Reflecting Sphere (mão com esfera refletindo).
Janeiro de 1935.
Litografia.
31,8 centímetros x 21,3 centímetros (12,5 × 8,4 na in).

Analise descritiva: essa imagem e um auto retrato aonde o Escher se desenha olhando ele mesmo a partir de uma esfera.

Análise Subjetiva: Nós trás uma sensação de uma pessoa já com muita experiência por ter , cabelos longos , barba aparentemente branca como assim o cabelo, e assim , isso mostra que ele sim é um grande artista e que consegue fazer milimetricamente, cada detalhe, de sua aparência através de uma bola de vidro que reflete tudo ao seu redor.

Nome: William Guedes n° 26 2°A

Anônimo disse...

Url: ttp://3.bp.blogspot.com/_O1aJHJwYNHw/THJ2uCPWrYI/AAAAAAAABHk/iMGSJCRSPDQ/s1600/Escher-dragao.jpg

Dados: Ilusão de Óptica, Gravura e foi produzida em 1952.

Analise descritiva: Um dragão que morde a própria calda. aonde ele se retose todo para morder ela.

Analise Subjetiva: Aparentemente esse dragão é um fantasia de Escher e de muitas outras pessoas que assim olham , ele, esta sobre pedras de quartzo e coloca sua cabeça em meio suas asas, aonde da impressão de que seu corpo é muito eslastico, ele é um dragão de 3 dimensões por ser uma imagem óptica podemos perceber seu traços , finos e mais grossos.

Aluno: Leandro aparecido n°11 2°A

Anônimo disse...

URL: http://www.mcescher.com/Gallery/switz-bmp/LW305.jpg

Dados: Cycle 1938 Lithograph.

dentre as muitas obras de Escher essa foi uma das que eu mais gostei talvez pelo fato de que ele brinque com as formas geométricas, causando uma certa metamorfose geométrica, se você olhar a obra sem muita atenção verá apenas uns hominhos descendo as escadas mais se olhar com mais calma será possível enxergar a silhueta do hominhos de forma organizada que vem a preencher todo o espaço, tornando-se uma ilusão de ótica bem elaborada e complexa.

Aluno: Leonardo H. Klichowski n°30 2°D

LarissaAlburk disse...

URL:http://www.worldofescher.com/store/P38.html
Nome da obra:Metamorphose I, 1937
tamanho:90 x 25 cm

Análise descritiva: A obra, mostra diversar formas geometricas,parece ser uma cidade, onde há várias casas umas mais altas e outras mais baixas.

Análise subjetiva:A obra aparentemente parece ser uma ilusão de optica, um pouco complicada de se enetender.
APLICAÇÃO: daria para usar, como um passa tempo por ser uma ILUSÃO DE OPTICA.

Larissa.R Nº:22 2º D

Anônimo disse...

Url: http://www.mcescher.nl/Shopmain/Foto/Posters/e12.jpg
Nome: Poster large bl/w Belvedere
Tamanho: 55x65

Uma obra muito bacana do escher, onde ele engana a todos que observam esta obra. Isto pra min é uma maneira de brincar de enganar os olhos das pessoas que observam. Você pode observar esta obra por vários minutos e não vai entender direito o que e como ele fez isso. Bela Obra.

Aluno: Guilherme Glinglani Mancini Nº28 2ºD

Nandinhaa disse...

http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/quadros/Quadro%20-%20Laco%20de%20Moebius%20II%202.jpg

NOME:Laço de Moebius II
DATA:1963
TAMANHO:45 x 20 cm.
TÉCNICA:Xilografura

Análise Descritiva: é uma ilusão !
Escher mostra as possibilidades da ação consciente sobre a ilusão, o impossível e a descoberta.
É só seguir entre os de fora e os de dentro , não passa de uma ilusão, todos caminham numa mesma superfície.
Imagens sem início e fim mostram a impossibilidade de construir o dentro e o fora separadamente, uma vez que, quando se pensa que se está dentro, já se está fora e vice-versa. Não existe separadamente o fora e o dentro, não há o ser de fora e o ser de dentro: é com o fora que o ser se forma, se interioriza e se dobra sobre si.
É só seguir as formigas!!!





Nome: Crisnanda da Silva Militão N°03 Série:2°D

:)

Nandinhaa disse...

http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/quadros/Quadro%20-%20Laco%20de%20Moebius%20II%202.jpg

NOME:Laço de Moebius II
DATA:1963
TAMANHO:45 x 20 cm.
TÉCNICA:Xilografura

Análise Descritiva: é uma ilusão !
Escher mostra as possibilidades da ação consciente sobre a ilusão, o impossível e a descoberta.
É só seguir entre os de fora e os de dentro , não passa de uma ilusão, todos caminham numa mesma superfície.
Imagens sem início e fim mostram a impossibilidade de construir o dentro e o fora separadamente, uma vez que, quando se pensa que se está dentro, já se está fora e vice-versa. Não existe separadamente o fora e o dentro, não há o ser de fora e o ser de dentro: é com o fora que o ser se forma, se interioriza e se dobra sobre si.
É só seguir as formigas!!!





Nome: Crisnanda da Silva Militão N°03 Série:2°D

:)

Anônimo disse...

URL:http://www.worldofescher.com/gallery/jpgs/P48.jpg
Nome:Eye 1946 Mezzotint
Tamanho: 55 x 40
Data:1946

Análise Descritiva:A imagem mostra um olho que no meio reflete uma caveira.
Análise Subjetiva:Num espelho côncavo o desenhador reproduziu, bastante aumentado, o seu próprio olho.

Aplicação:Em uma propaganda sobre cegueira

Nome:Gustavo C. De Moraes N°7 2ºD

Anônimo disse...

URL: http://www.worldofescher.com/gallery/A22.html

Dados: High & Low
Data: 1947
Tamanho: 45 x 79.5 cm

Análise Descritiva: A imagem mostra um prédio que ao ver o solo você ve ao mesmo tempo o teto dele, escadas retorcidas e sem final, a obra toda em cinza, e o chão ligado ao teto.

Análise Subjetiva: sensação de estar perdida, sem saber aonde e por onde ir, em uma hora esta no chão e em outra esta no teto sem sair do lugar

Aplicação: Perigo das drogas alucinógenas

Nome: Jessica Tschurtschenthaler de Andrade Nº 30 2ºC

Anônimo disse...

URL: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/thumb/4/4c/Sky_and_Water_I.jpg/300px-Sky_and_Water_I.jpg
Nome da Obra: Sky and Water
Ano: Junho de 1938
Técnica: Xilogravura
Tamanho: 43.5 cm × 43.9 cm
Análise Descritiva: É uma obra feito em branco e preto. Nela está embutido uma ave e um peixe, aonde termina um, começa outro, se completando e formando esta obra.


Aluna: Heloisa Oliveira nº24 2ºD

luciano 100% disse...

artista: Artista Mc Escher,
Obra:três mundos
Ano: 1955
tamanho: 36,2 centímetros x 24,7 centímetros.

a obra é a imagem em preto e branco de um lago que esta refletindo arvores e esta coberta de folhas de diversos tamanhos e dentro do lago um grande peixe com olhos esbugalhados.

http://4.bp.blogspot.com/_qDlUWXtRWBk/SJpVCLRbcDI/AAAAAAAAARI/jIn6qXzGeoE/s400/1+(7)1.jpg

nome: Luciano Soares dos Santos nº16 2ºD.

Jenyffer Kellyan disse...

Nome: Jenyffer Kellyan Nº 29 Série: 2ºD


http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/quadros/Quadro%20-%20Desenhando-se.jpg

Nome da Obra:Desenhando-se
Data:1948
Técnica:Litografia
Tamanho:

Análise Descritiva:

A 'figura' é o desenho de uma folha, presa com uma
tacha em cada ponta da folha.
A mão direita 'sai da folha', parecendo uma
imagem em 3D, e esta desenhando a manga de uma camisa,da
onde sai a mão esquerda, que como a outra mão, esta
desenhada como se fosse uma imagem em 3D.
A mão esquerda desenha a manga da camisa da mão direita.

Análise Subjetiva:

A obra traz a sensação de 'ajuda', solidariedade, onde
uma mão esta ajudando a outra a se desenhar, até
mesmo independencia.

Aplicação:

Acho que não serviria pra campanha de algum produto, mas
sim, como disse, sobre algo haver com campanha de soli-
dariedade,etc.

Claudia Lobato disse...

Parabéns turmas!
O Escher é um dos meus artistas preferidos e pelo visto vocês também gostaram!
atividade corrigida

Beijocas coloridas

Anônimo disse...

nome do video beethoven symphony9- berstein http://www.youtube.com/watch?v=-3QtlrqKoTc&feature=related vejo ele cabeludo cara feia cabelo grizalho ohlando uma musicaem cima do piano um desenho dele comandando os musicos beethoven com uma rosa vermelha na boca autor da musica beethoven musica bernstein recording ever vide era colorido emn branco e breto comfor a musica tova nome felipe novak lazzarim n 11 serie 2A

Anônimo disse...

URL:http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/seminario/escher/quadros/Quadro-Serpentes.jpg

Dados : Serpentes (1969)
técnica: Coxeter

Análise Descritiva:
Aqui ele fez um desenho esférico aonde a três cobras, se olhar bem no meio do desenho da uma leve impressão de que mexe um pouco, com desenhos de anéis bem pequenos , essa foi sua ultima obra e mais desgastante.

Análise Subjetiva:

Por ser sua ultima obra , ela nos trás uma sensação mais pesada pela questão das cobras enroladas, isso trás uma sensação já de morte
nome: Jenniffer de lima F.
2D n 44